Coletor menstrual: prático e sustentável

Todo mês é a mesma história: cólicas, vontade de comer doces e lá vem ela: a menstruação. 

Toda mulher cis em idade fértil precisa lidar com isso, mas o “jeito” de se lidar com a questão sempre me incomodou e me deixava preocupada. Parava para pensar sobre a quantidade de plástico e resíduos que os absorventes descartáveis deixam para trás e decidi pesquisar sobre os coletores menstruais. O ano era 2015 e eles começavam a chegar ao Brasil de um jeito muito tímido e com alguns médicos se opondo ao seu uso.

Em um mês, uma mulher usa em média 20 absorventes, somando 240 ao final de um ano, 2.400 em 10 anos e pode chegar a 96 mil durante a vida.

Coletores menstruais são copinhos reutilizáveis de silicone ou de TPE que coletam a menstruação ao invés de absorver.

Para usar, basta dobrar o coletor e inserir como um absorvente interno. Ele se abre dentro do canal vaginal e se ajusta até formar um vácuo que impede vazamentos. O coletor pode ser usado sem troca por até 12 horas e para retirar é só apertar a base para quebrar o vácuo e puxar pelo cabo. Depois é só lavar e inserir novamente.

Quem usa absorventes internos, não encontrará dificuldade com o coletor. Pelo contrário, ele é mais confortável e quando inserido corretamente, se torna imperceptível.

Quando o período menstrual acaba, basta higienizar o coletor menstrual usando água oxigenada, bicarbonato de sódio ou, preferencialmente, fervendo por 5 minutos. Ele também pode ser fervido no microondas. Durante o uso, basta lavar com sabonete neutro e água.

Alguns sites vendem panelinhas esmaltadas, específicas para a fervura, mas é possível utilizar recipientes de vidro (no microondas) ou panelas de cerâmica/esmaltadas. O ideal é reservar um recipiente para este uso.

Minha experiência com o coletor

Eu utilizo o coletor desde 2015 e ele mudou minha forma de lidar com menstruação. Basicamente não preciso pensar sobre meu período menstrual: não faço estoque de absorvente e não tenho ideia de quanto estão custando, viajo sem me preocupar, mergulho sem problemas e muitas vezes realmente esqueço que o estou usando e que estou menstruada.

Alguns prós do coletor (tirando o valor inicial que pode ser salgado, não tenho contras):

• Durabilidade: ele pode ser utilizado sem substituição por até 10 anos;

• Liberdade: você pode utilizar para praticar esportes e ir à piscina sem se preocupar. Eu uso para correr, nadar e mergulhar, nunca tive acidentes;

• Não deixa cheiro algum e é mais higiênico que os absorventes comuns;

• Aprendi a conhecer melhor meu corpo e meu fluxo;

• Conforto: ao contrário de um absorvente comum que retira a umidade natural do corpo, o coletor recolhe apenas o fluxo menstrual;

• Não vaza! Dá pra sair de calça branca sem medo de ser feliz 🙂

Onde encontrar?

Há um grupo no Facebook sobre o assunto que é muito bacana e cheio de informações, o Coletores Brasil.

Você pode comprar em farmácias ou online nos sites abaixo. Nesse link você encontra vendedores perto de você 🙂 e aqui tem um listão de marcas.

• InCiclo
• Lunette
• LadyCup
• Me Luna (esse é o meu 🙂 )

Se quiser ler mais sobre o assunto, aqui tem alguns artigos científicos.

Old but gold

Em bom português, um vídeo antigo mas ainda atual, sobre minha experiência com coletores menstruais.

1 comentário

  1. Nunca imaginei que ia gostar tanto do copinho como eu gosto! Ele realmente mudou a minha relação com a menstruação, é tudo muito mais tranquilo. Também nunca tive acidentes e nem problemas com a adaptação, eu recomendo pra todo mundo!

Deixe uma resposta para Gabriela D'Andrea Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s